Configurando Instagram Shopping na sua loja virtual

Instagram Shopping

O que o Instagram Shopping pode fazer pela sua empresa

O Instagram Shopping está disponível para pequenas, médias e grandes empresas. Até então, a divulgação de links de produtos ou conteúdos só era permitida na biografia e em stories de perfis de contas verificadas com mais de 10 mil seguidores. Caso contrário era preciso pagar pelo anúncio. Agora, o novo recurso cria uma nova jornada de compra do cliente e, assim, otimiza as vendas. E o melhor: isso não custa nada ao lojista.

A FINNKE tem integração nativa com o Instagram e Facebook e você pode criar sua loja automaticamente nas plataformas sociais e já começar a vender. Solicite uma loja para avaliação sem custo agora.

A ferramenta fornece, no próprio feed do app, detalhes e o custo dos produtos. Caso toque na tela por interesse em adquirir alguma mercadoria, o usuário vê a imagempreço descrição do produto e é redirecionado para o site do lojista. Estão disponíveis as seguintes funcionalidades às empresas:

  • Escolher quais fotos serão destacadas;
  • Marcar até cinco etiquetas por imagem ou vinte por carrossel (publicação com várias imagens);
  • Adicionar filtros e legendas;
  • Visualizar prévias e salvar rascunhos.

No entanto, uma das exigências do app é que o lojista tenha um e-commerce e sem dúvida a Finnke é uma das melhores opções pela versatilidade dos recursos oferecidos. É por lá que o cliente irá finalizar a transação e realizar o pagamento, já que o Instagram não é um marketplace – ele não processa as compras dentro do aplicativo nem recebe nenhum tipo de comissão. No tópico seguinte, explicamos detalhadamente esses requisitos.

Requisitos para vender no Instagram Shopping

Para marcar produtos nas publicações por meio do Instagram Shopping, é preciso, antes de tudo, estar usando a versão atualizada do Instagram. Também é primordial que a empresa tenha uma conta aprovada pelo aplicativo. Para isso, atente-se aos requisitos exigidos, listados abaixo:

1. Estar localizado em um dos 9 países que trabalham com a nova feature.

2. Vender produtos físicos que estejam de acordo com as políticas comerciais do Instagram – não é permitido comercializar animais, itens para adultos, álcool e explosivos, por exemplo.

3. Converter a conta em um perfil comercial. Faça isso da seguinte forma:

Acesse o seu perfil > Vá para as configurações > Escolha a opção “Mudar para o perfil comercial” > Na tela “Instagram para empresas”, toque em “Entrar com o Facebook” e, em seguida, confirme o processo em “OK” > Selecione, entre as páginas administradas por você, a que será associada ao perfil da sua marca > Por fim, configure a conta comercial, preenchendo e-mail, telefone e endereço.

Ao terminar, você receberá uma mensagem informando que o processo foi bem sucedido. Caso ainda tenha dúvidas, confira o vídeo explicativo do Instagram.

4. Conectar o perfil comercial a um catálogo do Facebook. Isso é realizado por meio do Gerenciador de Negócios ou das lojas do Facebook – a configuração é facilmente realizada na loja Finnke usando a integração com o Facebook.

Cumprindo os requisitos listados, dentro de alguns dias a conta será analisada. Se ela for aprovada, o lojista recebe uma notificação do aplicativo e estará habilitado para ativar a marcação de produtos.

Passo a passo para marcar produtos no Instagram

Depois de ter a conta aprovada, o lojista está prestes a, enfim, marcar seus produtos nas publicações. Para tanto, é preciso fazer este passo a passo:

Vá no seu perfil > Toque em “Começar” (ou, caso essa escolha não apareça, vá em “Produtos” > “Continuar”) > Selecione o catálogo de mercadorias para vincular à conta > Toque em “Concluir”.

Atenção: Se essas opções não estiverem disponíveis, significa que sua conta ainda está sendo analisada ou que não foi aprovada.

Em seguida, carregue a imagem do produto – ela pode ter legenda, efeitos e filtros –, e escolha os itens que deseja marcar na foto. Digite na caixa de pesquisa o nome dos artigos escolhidos e selecione-os quando aparecerem. Toque em “Concluir” e, finalmente, em “Compartilhar”. É bom saber que a guia de compra será ativada somente quando houver, no mínimo, 9 publicações na loja do perfil.

Em relação ao público, o caminho para ver os posts com marcações é bem simples. O cliente deve acessar o perfil da marca e selecionar a seção “Loja” ou “Shop”. Ele, então, será encaminhado para um novo feed, apenas com os posts de produtos. Lá, é só escolher uma foto e tocar na tela para ver as etiquetas, com nome e preço dos itens. Tocando em uma delas, será aberta uma nova tela com a imagem e descrição detalhada do produto. O botão “Comprar agora” redireciona o consumidor ao site da empresa. Veja o processo completo nos prints abaixo:

O lojista pode editar ou excluir os produtos marcados em publicações que têm uma única foto. Já no caso de posts em carrossel, isso não é permitido. Para fazer a edição, basta selecionar o post que será alterado, ir ao menu e tocar em “Editar”. Depois, selecionar o ícone de marcação (figura de uma pessoa), arrastar ou excluir as etiquetas e finalizar com o botão “Concluir”. Um detalhe importante: ao apagar um produto do catálogo, a marcação dele em posts será automaticamente removida.

Outras dicas para alavancar as vendas com o Instagram

De nada adianta fazer diversos posts com marcações de produtos se o seu público não conhece o novo recurso do aplicativo. Por isso, recomendamos que, ao começar a vender pelo Instagram Shopping, você apresente a novidade aos seguidores. Uma opção é fazer um tutorial na forma de post ou stories convidando o público a acompanhar as publicações da aba “Loja”.

Também é essencial ter atenção durante as marcações para não inserir detalhes ou valores incorretos, mesmo que depois eles possam ser editados – exceto no caso das publicações em formato carrossel. Além de confundir e irritar o cliente, isso prejudica a imagem da empresa e pode gerar problemas relacionados à propaganda enganosa.

Mais uma sugestão é caprichar nas publicações, que devem ter regularidade. Imagens de qualidade cativam os clientes e, consequentemente, podem aumentar as vendas. Para obter bons resultados, escolha fotos que tenham um cenário bonito, com modelos usando os produtos da sua marca – o ideal é que cada publicação tenha vários itens marcados para manter o cliente imerso no post e otimizar a experiência de compra.

Seguindo as dicas acima, fica muito mais fácil de o lojista engajar o público e, dessa forma, conquistar novos seguidores – fator que é especialmente importante para os perfis comerciais do aplicativo.

O Instagram Shopping pode ser um novo canal de venda para sua empresa!

Ao permitir que os clientes consultem detalhes dos produtos diretamente na interface do aplicativo, o Instagram Shopping revela-se uma ótima ferramenta para o aumento das vendas. Isso porque a nova função valoriza o tempo do cliente, que não precisa interromper a navegação para buscar mais informações sobre as mercadorias.

Porém, o ingresso da Loja do Instagram exige que alguns requisitos sejam cumpridos pelos lojistas. Trabalhar com produtos autorizados, ter e-commerce próprio, portar um perfil comercial e conectar a conta a um catálogo de produtos são exemplos disso.

Prático e fácil de ser usado, o recurso funciona como uma vitrine imersiva e encurta o caminho entre o público e os produtos. Além disso, é uma excelente ferramenta para quem vende artigos de segmentos como moda e decoração.

Caso você ainda tenha dúvidas, acesse a página oficial de suporte do Instagram!

Gostou deste post? Compartilhe suas impressões nos comentários!

Este site usa cookies para personalizar anúncios e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa.
Chamar
1
Precisa de alguma informação?
Olá! Tem alguma dúvida?